5.2.13

Sinto-me.. Sinto-me.. Sinceramente ainda não percebi o que sinto. Se calhar é raiva, ou ódio, ou é apenas tristeza. Seja o que for estou com péssimo aspeto. Credo, olhei-me agora ao espelho e pareço um zombie. Cara pálida, olhos borratados... Adorava poder acabar com isto, mas não consigo. Quando falo ninguém ouve, mas eu oiço tudo, tudo o que me dizem. Às vezes até demais. Cada dia que passa eu mostro sorrisos, e por infimos instantes pareço feliz. Mas no fundo sei que não é assim, e só percebo isso quando chego aquele lugar. Lugar esse que me traz tão boas recordações, que praticamente conta a minha vida mas que na verdade não tem grande coisa para contar. Que mais há a dizer senão a vergonha que sinto por tudo isto? Por todas estas pessoas que me são tão proximas, e que me desiludem a cada dia? Provavelmente isto é tao repetitivo, mas são tantas as perguntas e são tantas as soluções que eu quero obter. Estou cansada, sinto-me sem forças para aguentar.. Eu quero ajudar, quero que as pessoas se sintam bem, mas se elas próprias não o quiserem eu não posso fazer nada. E acabo por perder este jogo. Sabes quando não consegues parar de derramar lágrimas, por horas e horas seguidas? Quando te partiram o coração uma ou mais vezes e não sabes se ele algum dia voltará a ficar como novo. Quando choras pelas mínimas e mais estúpidas coisas do universo. Quando já não tens a certeza se tens algum verdadeiro amigo. Quando já não consegues fingir pôr um sorriso na cara. Quando já não és forte o suficiente. Quando... quando não estás bem e não sabes se algum dia voltarás a estar, e ninguém vê isso. Ninguém. My heart isn't strong enough for this.

2 comentários:

Agostinho Barros disse...

não estou sozinho , mas as vezes sinto-me assim :s. Adorei o texto , segui *

han disse...

este texto é de apertar o coração.. se precisares de falar, estou aqui. não te deixes sozinha.